Por que a tecnologia mudou nossos hábitos?

Quando falamos em “tecnologia”, logo pensamos em celulares de última geração, supercomputadores, robôs… De fato, todos esses exemplos são tecnologias da nossa era, que conhecemos como “mundo pós-moderno”.

No entanto, ao analisarmos a etimologia da palavra “tecnologia”, ela tem origem no grego “tekhne”, que significa “técnica, arte, ofício”. Juntamente com o sufixo “logia”, que significa “estudo”. 

Assim, podemos dizer que a tecnologia é o estudo de uma técnica. Tal conceito abrange todas as técnicas que o homem vem estudando desde a Idade da Pedra e que são chamadas de tecnologias primitivas ou clássicas.

Uma das primeiras ferramentas tecnológicas da história foi a pedra. Sim, uma pedra! A qual, junto com a madeira, foram utilizadas na confecção das primeiras ferramentas, armas e abrigos. Em seguida, podemos destacar a descoberta do fogo e da roda: dois grandes marcos para o desenvolvimento humano. 

Já no século XVIII, podemos ressaltar outro grande marco: a Revolução Industrial. Nessa época, a tecnologia começa a se fortalecer ainda mais e passa a ser implementada na Indústria, por meio do desenvolvimento de novas técnicas de produção.

Tecnologia - Revolução Industrial

É também nesse período da História que a produção artesanal foi substituída pelas máquinas a vapor. Os motores transformaram todo o sistema de produção das fábricas, ocasionando grandes mudanças em toda a estrutura do setor.

A partir do século XX, a tecnologia chega aos setores de informação e telecomunicação, advindo dos avanços das descobertas e estudos realizados na área e com o surgimento da internet.

E após contextualizar a história, podemos, então, discutir sobre a tecnologia no “mundo pós-moderno”. Essa tecnologia a que estamos acostumados hoje, que vai muito além de super computadores ou robôs, englobam a utilização de Energia Nuclear, Nanotecnologia, Biotecnologia e a alta tecnologia ou tecnologia de ponta

Tecnologia e interações sociais

Você já se perguntou como seria a vida sem a internet? E como as gerações anteriores viviam sem ela? Essa ferramenta que nos possibilita resolver uma infinidade de coisas, de qualquer lugar, a qualquer hora, nos conecta ao mundo todo em frações de segundo.

A tecnologia sempre ditou a maneira como nos comportamos em sociedade. 

Hoje em dia, com o advento das redes sociais e a proporção que elas tomaram em nosso cotidiano, temos vivenciado um evento muito característico desse mundo “digital”: a pluralização dos meios de comunicação e o surgimento de um comportamento característico deles. 

Inclusive discutimos recentemente sobre o surgimento de um novo consumidor aqui em nosso blog, altamente influenciado pelas mídias sociais. Para ler o artigo, clique aqui.

As redes sociais se tornaram nosso principal meio de comunicação, tanto para fins sociais quanto profissionais. Elas nos possibilitaram uma infinidade de interações e alcances extraordinários. Além disso, as mídias sociais deram voz a muitas pessoas, descentralizaram monopólios midiáticos tradicionais (como TV, Jornais, Rádio), e se tornaram um meio democrático que serviu, e serve, de palco para grandes revoluções.

Por meio das redes é possível trabalhar, fazer network, interagir com amigos e familiares, descobrir e conhecer novos produtos, comercializar produtos, conhecer pessoas, ter inspirações…

É o mundo inteiro nas palmas de nossas mãos. Algo muito comum em nosso dia a dia, mas que há 20 anos atrás era inimaginável.

Tecnologia - mundo de possibilidades

Atualmente, temos à disposição outras grandes evoluções tecnológicas, que são altamente utilizadas para fins comerciais e que ajudam empresas a otimizarem seus resultados, como é o caso da IoT, das Nuvens, CRMs e até Inteligência Artifícial.

Além disso, de uma forma mais generalista, estamos vivenciando o advento de outras revoluções, dessa vez, no âmbito digital. Como o Metaverso, por exemplo, que promete ser o próximo grande boom da história da tecnologia.

Mas, antes mesmo de pensarmos no futuro, é importante olharmos o presente.

E assim, percebemos que, por mais que todos esses avanços possam parecer ‘absurdos’ ou ‘muito complexos’ para gerações passadas, às novas gerações, conhecidas como “Nativos Digitais”, já nascem inseridas nessa realidade e vivenciarão de forma natural todos esses processos.

Revolução Tecnológica, pandemia e mudanças de hábitos

Tecnologia e pandemia Covid-19

Assim como as máquinas revolucionaram o estilo de vida da humanidade no século XVIII, a tecnologia “pós-moderna” revolucionou nossos hábitos, inclusive os profissionais. E é muito importante salientar que estamos vivendo esse período que também é um marco histórico. 

A revolução tecnológica e as inovações que surgiram em sua decorrência ocasionaram um novo estilo de vida para a humanidade.

Recentemente pudemos, não somente ver, como vivenciar um período de grandes mudanças e adaptações em nossa vida, que tiveram fortes influências da tecnologia.

Com a pandemia da Covid-19, o mundo se viu obrigado a intensificar e acelerar o uso de tecnologias – especialmente em funções mercadológicas – diante da crise sanitária global.

Nesse sentido, a tecnologia foi essencial durante a fase crítica da pandemia, tanto para fins comerciais como sociais. Foi através de dispositivos móveis que pudemos matar a saudade de amigos e familiares, realizar atendimento médico, nos entreter, nos informar, e até mesmo, trabalhar.

Além disso, o avanço tecnológico foi fundamental na esfera da saúde e nos ajudou a superar esse período crítico, com a criação das vacinas, por exemplo.

Sem contar que o avanço tecnológico permitiu também uma maior flexibilização no trabalho.

Segundo dados do IBGE, cerca de 4 milhões de brasileiros já adotaram o trabalho remoto. Afinal, esses modelos contribuem para uma melhor gestão de tempo e produtividade, ao eliminar deslocamentos ou mão de obra local. 

O trabalho remoto já é uma realidade para nós da Imaginedone, e é graças a ele – e a tecnologia – que temos um time diverso e muito capacitado, espalhado por todo o Brasil, e até fora dele.

Segundo a CNN, setores como a educação tiveram dificuldades para se manterem no novo modelo à distância que a pandemia nos obrigou a seguir. O mercado financeiro reconheceu esse desafio, e as Big Techs foram fundamentais na aceleração da disponibilidade de produtos, como o armazenamento em nuvem, por exemplo.

“A nuvem ajuda a expandir um negócio de forma mais rápida e, no caso das escolas, permitiu a continuidade dos estudos à distância. Internamente, dizemos que avançamos dez anos nos primeiros dez meses de pandemia. Agora precisamos reimaginar o futuro”, afirmou Tânia Cosentino, presidente da Microsoft Brasil.

tecnologia e nuvem

Como você imagina o futuro? Aonde mais poderemos chegar por meio da tecnologia? Quais hábitos serão diferentes daqui 20 anos? 

É importante pensar na tecnologia como uma grande aliada. Ela é essencial para nossa sobrevivência e há milhares de anos nos permite alcançar lugares e situações inimagináveis. Tecnologia é sinônimo de superação e evolução humana. Nós a criamos e reinventamos.

Até mais!!

Achou esse artigo útil? Então compartilhe!

Artigos Relacionados

Cadastre-se gratuitamente para receber nosso conteúdo