O poder da IoT nos negócios

É fato que estamos passando por um período de grandes mudanças em decorrência das transformações digitais, que chegou para revolucionar a realidade de todo o mundo. Diversas tecnologias têm surgido e ganhado força, em todas as esferas da sociedade. Entre elas está a internet das coisas (IoT), capaz de interconectar os mais diversos dispositivos à internet, e/ou entre si. 

Para se ter uma ideia do potencial da Internet das Coisas, uma pesquisa da Juniper Networks apontou que o número de conexões de IoT deve chegar a 83 bilhões em 2024, enquanto em 2020 esse número corria em torno dos 35 bilhões. Isso equivale a um crescimento de 130% em apenas quatro anos, o que se deve às inúmeras possibilidades que a solução pode trazer, principalmente no cenário corporativo. 

Mas, antes de pensar em utilizar os recursos e aproveitar a tecnologia, é importante compreender o que ela é e como funciona. Por isso, fizemos um apanhado de informações que irão te ajudar nessa missão. Confira:

O que é IoT?

IoT

Apesar de ser um termo bastante comentado nos últimos anos, muita gente ainda tem dúvida sobre o que realmente significa a IoT. Ela nada mais é do que uma rede de dispositivos dotados de sensores, nesse caso designados como “coisas”, que são conectados à internet. 

Para que o seu funcionamento fique mais claro, um típico sistema de Internet das Coisas funciona por meio da coleta e troca de dados em tempo real. Para isso, são necessários:

– equipamentos inteligentes dotados de sensores, desde objetos domésticos como televisores e geladeiras, até veículos, câmeras de segurança e máquinas industriais, que recebem recursos de computação;

– aplicações de IoT, um conjunto de serviços e softwares que integram dados recebidos de vários dispositivos, utilizando-se de tecnologias como machine learning e inteligência artificial (IA) para analisar essas informações e tomar decisões. Essas são comunicadas de volta ao dispositivo, que responde de forma inteligente. 

– interface gráfica de usuário, a qual serve para gerenciar os dispositivos IoT. Essas podem ser, por exemplo, aplicativos ou sites que são usados para registrar e controlar as “coisas”. 

De modo geral, o objetivo dessa tecnologia é facilitar o dia a dia das pessoas e otimizar as operações e resultados das empresas. 

Como a IoT pode ser utilizada no cenário corporativo?

IoT indústrias

Existem hoje inúmeras aplicações da IoT dentro do cenário industrial e corporativo. A tecnologia pode ser de grande valia para os negócios e pode ser aplicada em diversas áreas de empresas de diversos segmentos. Confira alguns deles: 

Indústria 

Nas fábricas, a internet das coisas pode ser utilizada para auxiliar na manutenção preditiva através de sensores instalados nas máquinas, de modo a reduzir custos com manutenção corretiva e tempo de inatividade.  Além disso, os dispositivos vestíveis, como capacetes e pulseiras, podem melhorar a segurança dos operadores, os alertando sobre possíveis riscos por notificações.

Fabricação e manutenção de veículos

A IoT aumenta a eficiência na manutenção e fabricação de automóveis. Na prática, sensores industriais fornecem imagens 3D em tempo real de componentes internos do veículo. Assim, o diagnóstico e a solução de problemas podem ser feitos com muito mais agilidade, enquanto o sistema de IoT solicita peças de reposição automaticamente.  

Varejo

O varejo é um dos setores que mais se beneficiam da IoT. Ela pode ser utilizada em lojas inteligentes para otimizar a experiência do consumidor e entender melhor a sua jornada, criar promoções personalizadas, automatizar os estoques com controle de demanda para atender canais físicos e online, transporte de produtos (rastreamento e otimização de rotas, por exemplo) e diversas outras aplicações.

Saúde

Na área da saúde, há três principais grupos de dispositivos inteligentes. O primeiro deles são os dispositivos externos, com biossensores que ficam em contato com a pele para monitorar a saúde do usuário. Há também os dispositivos internos, implantados para substituir ou dar suporte a um órgão ou estrutura biológica que esteja com problemas. E, por fim, os dispositivos fixos, que são as máquinas e aparelhos presentes em clínicas e hospitais, operadas por especialistas e usadas pelos pacientes com supervisão médica.

Estes são apenas alguns exemplos de setores que já estão utilizando a internet das coisas para otimizar as suas operações e ampliar os resultados.

Benefícios da IoT para as empresas

Agora que você já entende um pouco mais sobre a IoT, chegou o momento de listarmos alguns pontos importantes, que mostram os motivos pelos quais sua empresa só tem a ganhar com o investimento na tecnologia. Confira:

Insights de negócios

Dispositivos conectados em indústrias, aviação, cadeia de suprimentos, agricultura, saúde, varejo e muitas outras áreas estão criando mais fluxos de dados e potencial analítico. Na prática, isso quer dizer que as organizações podem obter insights muito mais robustos sobre suas operações, a jornada dos clientes e como eles utilizam seus produtos ou serviços.

Melhor experiência do cliente

A IoT impacta diretamente no relacionamento dos consumidores com as empresas, pois os milhares de dados gerados podem prever mudanças e tendências, levando-as a se anteciparem e se prepararem para as novas possibilidades. 

Outro aspecto é que as informações obtidas podem impulsionar a personalização no atendimento de forma cada vez mais eficiente e assertiva, o que se reflete em aumento das vendas, fidelização e lucratividade.

Ganhos de eficiência e produtividade

Ao conectar os principais processos de uma companhia, os gestores podem identificar mais facilmente estratégias para aumentar a eficiência e a produtividade. Segundo um relatório da Inmarsat, em função de vantagens como essas, empresas esperam que a IoT aplicada em indústrias traga um aumento de faturamento em US$154 milhões. 

Um exemplo de ação realizada é o da Ford, em Valência, na Espanha. Os colaboradores de 21 áreas usaram uma roupa de rastreamento do corpo, em uma parceria entre a montadora e o Instituto Biomecánica de Valência. A Ford usou os dados para melhorar o design ergonômico das estações de trabalho em um esforço para reduzir o estresse físico e melhorar a qualidade e a eficiência da fabricação.

Redução de custos

Otimizar processos e reduzir custos é um dos grandes desafios dos gestores, que precisam evitar desperdícios e manter sua competitividade no mercado. Nesse cenário, a IoT é de grande valia e pode ser usada de diversas formas. 

Alguns exemplos são os smart grids (redes elétricas inteligente), sensores instalados na rede de distribuição de água para detectar pontos de desperdício antes que causem prejuízos, manutenção preditiva em indústrias, medição remota de energia, segurança remota, sistemas de gestão predial que administram todos os recursos instalados e automação empresarial e residencial. 

Como as empresas podem implementar a IoT em suas operações

IoT empresas

Não existe uma fórmula mágica quando se trata de implementar a IoT em um negócio. Isso porque cada um deles possui suas próprias características e necessidades. Porém, alguns pontos comuns devem ser analisados antes de dar início a implementação da tecnologia. São eles:

– definir as prioridades para ir implementando as estratégias pouco a pouco, conforme as principais demandas;

– identificar fatores externos através de uma análise da concorrência que indique quais ações estão trazendo benefícios e possíveis diferenciais que podem ser aplicados;

– avaliar a melhor forma de realizar as ações, incluindo aspectos como infraestrutura de rede, tipos de acessos, conectividade, sistemas, entre outros;

– começar a realizar implementação, através de testes por determinado período de tempo com os dispositivos dotados de IoT;

– a partir dos testes, avaliar a efetividade do recurso, pontos que podem ser melhorados, o que melhor funcionou, quais insumos e investimentos serão necessários e quais os próximos passos para a dar início à estratégia;

– monitorar continuamente os resultados, de forma a otimizar cada vez mais a aplicação da IoT na empresa.

Nesse cenário, um dos pontos fundamentais é contar com parceiros especializados, que possam direcionar sobre os sistemas mais eficientes conforme as demandas e guiar a empresa para ter sucesso nessa nova empreitada. 

Esperamos que o nosso artigo tenha sido esclarecedor para você. Que tal saber mais sobre tecnologia? Entenda o que é machine learning.

Até mais!!

CONTATO

Achou esse artigo útil? Então compartilhe!

Cadastre-se gratuitamente para receber nosso conteúdo