Nuvem híbrida: o que é e quais são as principais vantagens da tecnologia

A adoção de tecnologias é essencial para as empresas, mas é preciso estar sempre em busca de atualizações e melhorias para se beneficiar ao máximo dessas soluções.

Muitos negócios já tiram proveito da computação em nuvem e dos benefícios de acessar sistemas, serviços e programas por meio da internet. Um estudo da IBM, realizado em 2020, mostrou que 33% das empresas entrevistadas utilizavam uma abordagem de nuvem híbrida e 17% pretendiam fazer isso nos próximos meses.

Essa aceleração não acontece por acaso: a nuvem híbrida é um tipo de cloud computing que dá mais controle e flexibilidade aos negócios. Continue a leitura para entender melhor como ela funciona e quais são as suas vantagens!

Quais são as características da nuvem híbrida?

Para que você compreenda o que é nuvem híbrida, antes precisa entender o conceito de nuvem, bem como as diferenças entre pública, privada e híbrida. Vamos lá?

A computação em nuvem (em inglês, cloud computing) é o termo utilizado para nomear tecnologias que permitem o acesso a programas, sistemas e arquivos por meio da internet sem a necessidade de instalações ou armazenamento de dados localmente.

Isso é possível porque a computação em nuvem usa servidores alocados em máquinas de alta capacidade para armazenar arquivos e dados de forma fluida em espaços virtuais. Para não ter que se preocupar com uma infraestrutura local, a organização contrata uma empresa especializada em oferecer esses recursos computacionais.

A nuvem híbrida é a mistura de outros dois tipos de nuvens, a pública e a privada. Entenda melhor como elas funcionam.

Nuvem pública

Nessa abordagem, a tecnologia cloud computing é terceirizada e pertence a um provedor público, ou seja, uma empresa que usa a mesma infraestrutura de armazenamento e servidores para os clientes.

Isso não significa que os dados são públicos, mas que a provedora é responsável pelo desenvolvimento e pelo gerenciamento do serviço e que o espaço destinado aos arquivos é compartilhado com outros locatários.

Nuvem privada

Quando a organização quer ser responsável pela implantação e pelo gerenciamento da tecnologia em nuvem, deve contratar um serviço privado. Nesse caso, o servidor fica alocado na própria empresa ou em outro lugar. A grande diferença é a segurança.

Apesar de ser um processo mais trabalhoso do que a nuvem pública, com essa modalidade, apenas pessoas autorizadas vão acessar o sistema. O ambiente será privado, contando com um grau de confiabilidade maior.

Sendo assim, a nuvem híbrida é um modelo interessante para negócios que precisam armazenar dados confidenciais, mas também querem um modelo acessível e flexível. Essas informações mais sensíveis serão armazenadas na nuvem privada, e os demais ficam na nuvem pública.
Dessa forma, aproveita-se o melhor dos dois mundos: a segurança da nuvem privada e a escalabilidade da nuvem pública.

Exemplo de utilização de nuvem híbrida

Uma loja virtual de roupas precisa armazenar dados de clientes e fornecedores com segurança. Para isso, decide aproveitar uma nuvem privada.

Além disso, também sente a necessidade de ter serviços computacionais mais avançados e a possibilidade de aumentar os recursos em momentos de pico, como quando realiza promoções e em datas comemorativas. Essas características são mais facilmente encontradas em nuvens públicas. Nesse caso, a nuvem híbrida oferece todas as soluções de que a empresa precisa.

Qual é a importância do uso da nuvem híbrida?

Não está mais em discussão a relevância da cloud computing para o mercado, pois a grande maioria das empresas já entendeu e passou a contar com os benefícios da tecnologia em nuvem. Agora, o desafio é escolher qual é a melhor solução em nuvem para cada negócio e é por isso que a nuvem híbrida está ganhando tanto destaque.

De acordo com as previsões da International Data Corporation (IDC), de 2022, mais de 90% das organizações do mundo vão usar a nuvem híbrida. Trata-se de uma forte tendência que permite às organizações armazenar em segurança os seus dados confidenciais e, ao mesmo tempo, aproveitar a flexibilidade e a economia de um provedor público.

A combinação de características torna essa opção muito interessante para companhias que estão em busca de otimizar suas tecnologias.

Como uma nuvem híbrida funciona?

A nuvem híbrida é a combinação de duas ou mais infraestruturas de nuvens diferentes que são unificadas por uma tecnologia padronizada. Sendo assim, cada nuvem funciona de forma independente, mas existe uma integração entre elas.

As cargas de trabalho são movidas entre as soluções considerando as demandas da empresa. Isso é possível quando as nuvens se comunicam e são compatíveis.

Vantagens

Como você já deve ter percebido, existem muitos benefícios de adotar a nuvem híbrida. Confira quais são os principais!

Flexibilidade

A nuvem híbrida é flexível e dá mais liberdade para as estratégias da equipe de TI. Os profissionais têm a opção de escolher quando e como vão migrar dados entre as estruturas pública e privada, o que permite a redução dos riscos e o aumento da produtividade dos times.

Escalabilidade

É possível começar com uma infraestrutura moderada e escalar aplicações para o ambiente de nuvem pública, por exemplo, para atender a novas demandas. Essa customização é fundamental para dar mais agilidade aos negócios e impedir que oportunidades sejam perdidas por problemas tecnológicos.

Redução de custos

Como vimos, com a nuvem híbrida, as aplicações são escaladas rapidamente de acordo com a real necessidade do negócio. Essa capacidade de adaptação reduz os custos iniciais para realização de um novo projeto.

Variedade de recursos

Empresas que usam a nuvem híbrida contam com todos os recursos e ferramentas oferecidas para ambientes públicos e privados.

Segurança de dados

A nuvem híbrida permite que a equipe trace estratégias para a proteção de dados sensíveis da empresa com muito mais facilidade do que na nuvem pública, por exemplo.

Outra vantagem é que as empresas especializadas no serviço geralmente armazenam os dados dos clientes em diversos data centers, o que reduz o risco de ataques físicos.

Funcionalidades

Depois de entender o que é, como funciona e quais são os benefícios da nuvem híbrida, você já deve imaginar alguns recursos dessa tecnologia que são aplicáveis no seu negócio. Veja algumas funcionalidades que separamos.

Picos de demanda

Graças à sua flexibilidade, um dos principais recursos da nuvem híbrida é permitir a configuração de soluções para momentos de picos de demanda. Nesses casos, basta que o time de TI alterne aplicativos ou dados para nuvem pública a fim de evitar problemas.

Backup

O backup da nuvem híbrida é gerado tanto em ambiente local quanto externo — o que traz mais segurança para os dados empresariais. Caso aconteça algum imprevisto, o tempo de inatividade e de prejuízo serão reduzidos por conta dessa estratégia.

Atualizações automáticas

As atualizações de software serão realizadas de forma automática. Desse modo, a equipe de TI destina seus esforços para outras demandas do setor.

Testes e desenvolvimento

Os desenvolvedores de software precisam de um ambiente seguro, ágil e flexível para criar e testar sistemas. Inclusive, é o ambiente ideal para a preparação de aplicativos para a nuvem. Nada melhor do que testar um software no ambiente em que ele será publicado, não é mesmo?

Compartilhamento de arquivos

Os funcionários compartilham arquivos e aplicativos de forma simultânea — o que é um ótimo recurso para o trabalho remoto, por exemplo. Isso sem contar que não será preciso fazer inúmeras instalações nos computadores dos colaboradores para que eles trabalhem em casa.

Desafios no uso da nuvem híbrida

Trabalhar com nuvem híbrida requer determinadas práticas e experiências — esse é o grande desafio enfrentado por quem deseja aproveitar essa tecnologia. Para obter todos os benefícios da nuvem híbrida e manter a segurança, é importante que o planejamento e a implementação da tecnologia sejam realizados por quem realmente entende do assunto.

Apenas uma empresa altamente especializada será capaz de simplificar o gerenciamento desse tipo de cloud computing e também de garantir a segurança e a produtividade que todo negócio precisa.

Esperamos ter ajudado a entender o funcionamento, os benefícios e os desafios do uso da nuvem híbrida. Como vimos, trata-se de uma tecnologia muito interessante para as empresas que devem ocupar cada vez mais espaço nos próximos anos.

Gostou deste post? Aproveite para conferir outros conteúdos sobre tecnologias no nosso blog!

Achou esse artigo útil? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Cadastre-se gratuitamente para receber nosso conteúdo