Inovação tecnológica para empresas: o que é e como ela ajuda no crescimento exponencial

Não há dúvidas de que a inovação tecnológica é a principal responsável por mudar indústrias e modelos de negócios. Provavelmente, você nem se lembra mais como se locomovia antes de ter a praticidade de chamar um motorista por aplicativo. Ou seja, podemos entender a inovação tecnológica como a força que impulsiona empreendimentos a um novo nível.

Mas você sabe explicar o que é inovação tecnológica para empresas? Qual seu papel no crescimento exponencial de um negócio? Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto.

Saiba o que é inovação tecnológica

Antes de começarmos, é necessário entender o que não é inovação tecnológica para empresas e que esse termo não é sinônimo de evolução tecnológica.

Um modelo de carro desenvolvido em 2020 certamente é mais sofisticado que um criado em 2010, mas isso não mudou a forma como os carros são criados ou vendidos.

A Enciclopédia Internacional de Ciências Sociais e Comportamentais (2001) diz que a inovação tecnológica cria oportunidades para empreendedores fundarem novas organizações e estabelecer vantagens competitivas enquanto os modelos vigentes decaem.

Essa definição quer dizer que a inovação tecnológica permite que novas empresas estabeleçam uma posição competitiva em relação aos principais players de um mercado.

Vimos isso acontecer por diversas vezes ao longo da última década. Os próprios aplicativos de transporte servem como exemplo para essa definição. Antes de apps como Uber, 99 e Cabify surgirem, o mercado de transporte particular era quase todo feito por empresas de táxi.

Essa não foi a única mudança que essa inovação tecnológica trouxe: ela também revolucionou a prestação de serviços de forma independente, um modelo que foi replicado também por apps de delivery. Antes deles, motoristas e motociclistas eram obrigados a recorrer a agências de terceirização para conseguir trabalho ou a empregos fixos como motorista particular, taxista ou entregador.

Com a mudança, os próprios restaurantes podem terceirizar a entrega por meio dos aplicativos, sem a obrigação de ter entregadores à disposição. Para mostrar o impacto dessa transformação, uma matéria do jornal americano CBS News revelou que, neste ano, restaurantes americanos devem faturar mais pela comida consumida fora do estabelecimento do que dentro.

Vale aqui um adendo: a matéria foi publicada no dia 8 de fevereiro de 2020, um mês antes da Covid-19 nos forçar à quarentena. Ou seja, mesmo sem o coronavírus, era esperado que os apps de delivery se tornassem a maior fonte de faturamento desse tipo de negócio.

Entenda como as inovações ajudam a escalar negócios

A inovação tecnológica pode aumentar níveis de produtividade, reduzir custos ou permitir um atendimento aos clientes em níveis maiores do que o habitual. Uma empresa que vende apenas em um município, por exemplo, pode aproveitar inovações para expandir suas atividades por todo o país ou até para o mundo.

Uma das inovações tecnológicas mais versáteis — e que usaremos para exemplificar o que falamos acima — é a inteligência artificial, uma das tendências que mais se destacaram em 2019 e que continuam a todo vapor ao longo deste ano.

Uma pesquisa conduzida pela Harvard Business Review analisou 152 casos de uso da tecnologia, categorizando-os pelo seu uso da IA. A segunda mais comum foi o uso de algoritmos para detectar padrões em grandes volumes de dados e interpretá-los por meio do aprendizado de máquina, que comentaremos adiante.

Esses programas eram usados para prever o que um consumidor estava mais propenso a comprar, identificar fraudes em pedidos de crédito ou seguro e automatizar o envio de anúncios personalizados, entre outros.

A GE, por exemplo, usou a tecnologia para integrar dados de fornecedores das suas filiais e economizou 80 milhões de dólares apenas ao eliminar redundâncias e negociar contratos antes gerenciados por cada filial.

Já a Deloitte utiliza essa tecnologia para auditar um volume muito maior de documentos. Quase todos os dados não precisam passar pela mão de um auditor humano para revisão após sua implementação.

Ou seja, ambas economizaram horas de trabalho ao mesmo tempo que escalaram a capacidade de analisar gigantescos volumes de dados. Vale mencionar que isso era algo impossível de ser feito apenas ao contratar mais funcionários.

Conheça 3 inovações tecnológicas que expandiram modelos de negócios limitados

Agora que você já entendeu o que é uma inovação tecnológica e como elas ajudam a escalar modelos de negócios, conheça três tecnologias importantes para a transformação digital que são uma tendência neste ano.

Chatbots e atendimento virtual

O atendimento virtual se tornou uma das tecnologias que mais ganharam adeptos desde o seu nascimento, especialmente entre a geração conhecida como millennial.

Uma pesquisa da Econsultancy mostrou que o atendimento virtual por chat teve o melhor nível de satisfação dos clientes, sendo que cerca de 73% preferem ser atendidos por meio em sites ou em páginas nas redes sociais.

Partindo desse princípio, pequenas e médias empresas podem contar com um setor de atendimento ao cliente sem depender de operações de telemarketing, as quais mais custosas. Um estudo do instituto Forrester, por exemplo, estimou que o atendimento por chat é de 17% a 30% mais barato que o telefônico.

Porém, ele ainda apresentava uma limitação: necessitava de operadores presentes no horário comercial. Uma operação de atendimento ao cliente que durasse 24 horas ainda exigia grande investimento em pessoal e recursos.

Por isso, os chatbots se tornaram uma evolução natural. Com a possibilidade de inseri-los em sua página do Facebook, por exemplo, hoje a tecnologia é acessível para empreendimentos de todos os tamanhos.

Por meio de uma pesquisa sobre chatbots com cerca de 700 empresas de pequeno e médio porte nos Estados Unidos, a empresa de tecnologia Capterra comprovou que o uso de chatbots que imitam o comportamento humano já é realizado por cerca de 27,9% dos participantes, com 16% planejando aderir a essa tecnologia até este ano.

Recentemente, o Starbucks integrou à sua estratégia de e-commerce um chatbot o qual permite que clientes façam pedidos por voz ou texto e utiliza Inteligência Artificial para analisar dados de pedidos de clientes e fornecer recomendações mais precisas para os seus próximos pedidos.

Com o mesmo objetivo, a Sephora utiliza chatbots baseados em IA para ajudar suas consumidoras a escolher um tom de batom ideal para sua boca. Eles recebem selfies enviadas pelo Facebook Messenger e, por meio de IA, analisam a foto e enviam a melhor opção de batom.

exemplo de chatbot com AI inovação tecnológica
Fonte: www.chatbotguide.org/

Mas como fazer com que um chatbot ofereça um atendimento semelhante ao de um humano? Pelo uso das tecnologias que falaremos a seguir!

Inteligência artificial e machine learning

O avanço da inteligência artificial significa tanto uma evolução em relação à tecnologia que mencionamos acima quanto uma inovação por si só. A causa disso foi o desenvolvimento do aprendizado de máquina, comumente chamado de machine learning, o qual possibilita a um software ou hardware movido por IA reconhecer padrões à medida que eles surgem.

Ou seja, essas aplicações são capazes de aprender e evoluir sem a necessidade de atualizações ou códigos implementados por humanos. Sabe qual o maior uso de inteligência artificial atualmente nos negócios? Os chatbots, como comprovado por uma pesquisa da Gartner em 2019.

A inteligência artificial e o machine learning são as inovações tecnológicas mais versáteis no ambiente empresarial, já que suas capacidades podem ser usadas em quase todos os setores.

Realidade aumentada e realidade virtual

As realidades aumentada e virtual foram primeiramente pensadas no mercado de videogames. Porém, seu uso já está muito além dos entusiastas de Pokémon Go. Uma possibilidade para o uso de realidade aumentada está na área de assistência técnica de aparelhos.

Atualmente, já é possível que um técnico seja capaz de apontar o celular para um equipamento e receber a planta dessa máquina. Dessa maneira, você também terá acesso ao passo a passo para encontrar e solucionar o problema, como mostrado em um artigo da IDC.

A Timberland, por exemplo, implementou a tecnologia de modo que ela permitia que os consumidores que passassem pela loja pudessem experimentar looks sem a necessidade de trocarem de roupas.

exemplo realidade aumentada inovação tecnológica
Fonte: Lemon&Orange

Vale considerar o uso da tecnologia para transportar a experiência de visitar uma loja para dentro de casa, algo que os e-commerces não eram capazes de reproduzir.

A marca de joalheria Kendra Scott está contornando o fechamento de suas lojas físicas com essa tecnologia. Por meio do navegador do iPhone, fãs visitam o site da marca e usam a realidade aumentada para experimentar seus brincos, por exemplo.

O plano atual da companhia é expandir esse uso para demonstrar todos os tipos de produtos em seu catálogo. É importante mencionar que a pandemia pode acabar, mas o uso da tecnologia permanecerá, o que representa um aumento nas vendas on-line. Por outro lado, essas experiências ainda estão em estado probatório e seus resultados ainda devem ser avaliados em um futuro próximo.

Já a realidade virtual não é tão acessível quanto a aumentada. Ainda assim, pode ser uma aliada em situações nas quais a presença física não é possível. Essa tecnologia recebeu melhorias desde sua popularização. Hoje em dia, headsets RV são capazes de detectar a posição dos olhos e das mãos, além de exibir melhores resoluções, o que resulta em gráficos mais polidos e realistas.

Isso possibilita o uso do equipamento para treinamento ou até mesmo convivência de equipes dentro de um mesmo ambiente virtual, tornando o home office uma realidade que pode se estender pelas organizações após a pandemia.Por outro lado, essas são estimativas para um futuro mais distante. Um headset de realidade virtual ainda representa um custo considerável para os empreendimentos, tornando-o uma opção menos viável que o uso da realidade aumentada.E aí, conseguiu aprender um pouco mais sobre inovação tecnológica? Veja como a inovação tem sido importante para o processo de transformação digital nas empresas.

Conteúdos relacionados: 

Achou esse artigo útil? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Cadastre-se gratuitamente para receber nosso conteúdo