O que são gêmeos digitais e como eles prometem transformar o mercado?

Gêmeos digitais são uma inovação tecnológica que vem crescendo de forma significativa e seu mercado deve alcançar a marca de U$35 bilhões até 2025. Graças à Internet das Coisas, sua implementação se tornou possível para diversos tipos de empresa, otimizando seus processos.

Neste post, vamos mostrar o que é esse sistema, além de como a Internet das Coisas (IoT) se relaciona com ele e quais são as vantagens desse tipo de processo. Também vamos explicar como implementá-lo em sua empresa e os tipos que existem no mercado. Continue a leitura e saiba mais.

O que são gêmeos digitais?

Para você que não conhece muito sobre a área, os gêmeos digitais, ou digital twins, como também são chamados, são réplicas digitais, como o próprio nome sugere, criadas por profissionais da área de tecnologia, a fim de imitar a função de uma pessoa, máquina ou até mesmo processo. Segundo a Gartner, esse sistema é uma das tendências do ano de 2020 e uma aposta para o futuro.

Essas réplicas funcionam por meio de sensores interligados a um sistema de nuvem — cloud computing. A relação entre eles funciona como uma forma de colher dados de um software e passar para outro, sendo um intermédio entre o mundo digital e o mundo físico.

Imagine que você é dono de uma construtora num país que sofre com muitos desastres naturais. A função dos gêmeos digitais é criar um molde digital do edifício e testá-lo em situações problemáticas na rede, simulando todas as condições conflituosas e variáveis, incluindo o número de pessoas, por qual caminho elas deveriam ir, quais andares seriam mais afetados e outros fatores.

Com o auxílio da Internet das Coisas, que reúne todos esses dados, você pode adotar a estratégia certa para a melhoria da construção, táticas de evacuação, reforços nos locais certos e evitar maiores imprevistos.

Veja a imagem e confira um exemplo de como os gêmeos digitais funcionam e como se integram:

Gêmeos digitais

Fonte: altair.com

Como a IoT e Gêmeos Digitais andam juntos?

Os gêmeos digitais não andam sozinhos no mercado mundial. A Internet das Coisas tem se juntado aos digital twins e trazido melhorias para essas funcionalidades. Entretanto, não se confunda: elas se unem, mas não são a mesma coisa.

A sigla IoT surgiu do inglês Internet of Things e trata-se do funcionamento de determinados produtos interligados pela internet. Ela utiliza conexão de sensores com objetos a fim de substituir ações manuais. Quando se junta aos gêmeos digitais, simula processos por meio de uma máquina ou afim que esteja vinculada à internet.

A Chevron está investindo  nessa ferramenta para analisar o comportamento de seus equipamentos. No ano de 2024, inúmeras ferramentas que compõem o funcionamento de refinarias serão instaladas para a captação de petróleo e, com intuito de não arriscar a aplicação de peças problemáticas, a digital twin e a IoT são usadas para testá-las.

Quais as vantagens do uso de gêmeos digitais?

Você provavelmente já percebeu que os gêmeos digitais são um grande avanço tecnológico o qual auxilia no  companhamento de inúmeras ferramentas que serão colocadas em funcionamento no mercado.

Você consegue reconhecer quais são as vantagens que esse software traz para uma empresa? Trouxemos cinco exemplos que mostram como o digital twin é benéfico principalmente para as indústrias do Brasil e do mundo.

Redução de custos

Em primeiro lugar, os gêmeos digitais servem para reduzir custos dentro de um negócio. Em vez de o empresário produzir mais peças, sendo que algumas se perderão durante a testagem, ele diminui a quantidade de criação e utiliza desta tecnologia para saber se tudo funcionará corretamente.

A Fórmula 1 colocou esse mercado em ação. Para saber quais os ajustes necessários durante a corrida, as equipes implementaram a IoT junto à digital twin e começaram a analisar quantos segundos levava para cada rodada, tempo para troca de peças, entre muitos outros. Ou seja, trouxeram um impacto para estudo desse esporte.

Previsibilidade de ganhos e riscos

A digital twin também é uma excelente ferramenta para analisar ganhos e riscos dentro de uma empresa. Por meio de seu sistema, é possível saber se determinado produto terá que sofrer mudanças para otimização ou se ele já está pronto para o mercado.

A partir dessa análise, o empresário calcula o custo dessa peça em curto período de tempo e até mesmo durante um prazo mais espaçado. Os riscos também são traçados, uma vez que, se o software fornece a testagem, todos sabem quais são os pontos suscetíveis a erros e acertos. Por isso, ela é uma grande aliada na previsibilidade desse negócio.

Correção de erros

Além disso, os gêmeos digitais são a melhor tecnologia para fazer correção de erros de um produto sem utilizar o item propriamente dito. A partir da simulação digital é possível analisar se existem falhas na peça, na produção e até mesmo em seu funcionamento.

Uma organização que trabalha com carros autônomos, como a Tesla, conecta-se dentro da própria fábrica com esse sistema para testar o funcionamento do piloto automático. Por meio desse exame, é possível saber quais as correções necessárias, além das melhorias para deixar o produto mais apropriado ao mercado.

Diminui tempo de produção

Sem dúvida alguma, o sistema digital twin é um grande aliado para empresas que buscam a redução do tempo de produção. Você, neste instante, deve estar se perguntando como essa tecnologia auxilia nesse quesito, mas a resposta é muito simples: no lugar de destinarem uma determinada quantidade de itens para teste, eles utilizam o software para corrigir erros e fazer melhorias – sem a necessidade de usar aquelas peças.

Ou seja, a relação entre a otimização do tempo de produção e os gêmeos digitais está na substituição de ferramentas físicas, as quais seriam destinadas somente para teste, pelo sistema que essa tecnologia oferece.

Experimentos

Por último, os gêmeos digitais servem como experimentos, complementando todas as vantagens que listamos até aqui. Para que haja redução de gastos e do tempo de produção, além da correção de erros, esse sistema funciona como um modelo de testagem, antes que a empresa coloque o seu produto em circulação no mercado.

Um exemplo real acontece em Cingapura. Os sistemas administrativos da cidade mostram a que os novos funcionários devem prestar atenção quanto ao consumo de energia. Se a máquina analisar que esse colaborador não se adapta à função corretamente, ela descarta o seu serviço.

Ou seja, experimenta por meio de um sistema digital se o profissional está preparado para a função na vida real.

Como implementar gêmeos digitais na empresa?

Até aqui, entendemos que os gêmeos digitais trazem excelentes benefícios para uma empresa. Porém, a maior dúvida dos empresários é como implementar esse sistema e usufruir de todas suas funcionalidades.

É necessário, antes de tudo, buscar por uma empresa que trabalha com esse tipo de tecnologia. Mesmo que você conheça uma que desenvolva aplicativos mobile, websites e afins, isso não significa que ela tenha em seu quadro de serviços a digital twin.

Assim que encontrar uma empresa especializada no assunto, será instalado um software de simulação em seu sistema, desenvolvido em cima de seu produto, a fim de que você utilize em vários processos. Esse não é um procedimento simples, contudo pode ser um sucesso se for realizado por profissionais devidamente capacitados.

Quais são os tipos de gêmeos digitais?

Na hora de implementar os gêmeos digitais, é importante verificar quais são os tipos disponíveis pela fornecedora do serviço. Por exemplo, sua empresa pode estar à procura da junção da digital twin com IoT, porém o mercado oferece também outras combinações.

Grandes multinacionais buscam, em sua maioria, por essa tecnologia aliada à Inteligência Artificial (IA). A NASA, antes de colocar os seus foguetes em ação, utiliza desse sistema para saber como funcionará o processo de lançamento, além do teste dele enquanto navega pelo espaço.

Há também o tipo de gêmeos digitais que trabalha com Machine Learning, uma subdivisão da IA. Essa é uma função que reconhece uma ação após acontecer repetidas vezes, como o famoso Google Fotos, que, após um tempo de uso,  identifica quem é você por meio das fotos tiradas pelo seu smartphone.

Para que tudo funcione da melhor forma, é essencial analisar qual tipo é o mais adequado ao seu negócio, além de verificar se o fornecedor dispõe dos recursos desejados.

Conclusão

Os gêmeos digitais fazem parte de um grupo das novas tecnologias do século XXI. Mesmo que o público mais leigo não conheça esse tipo de sistema, muitos gestores estão estudando a possibilidade de contratar empresas que trabalham com esse software a fim de usufruir dos benefícios.

Grandes multinacionais já utilizam dessa tecnologia e reduzem o tempo de produção e os gastos com os itens desenvolvidos, além de corrigirem erros. Dessa forma, elas se sobressaem no mercado, pois as funcionalidades de seus itens são otimizadas.

Gostou do assunto e quer saber mais sobre tecnologia? Então, continue na Imaginedone e acompanhe o nosso blog! Aqui mostramos diversos artigos sobre inovação e tecnologia, além de atualidades sobre esse mercado. Navegue pelo nosso site e atualize-se!

Conteúdos relacionados: 

Achou esse artigo útil? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Cadastre-se gratuitamente para receber nosso conteúdo