Desenvolvimento mobile: a importância do UX na criação de um aplicativo

Cite algo mais usado – e útil – nos dias de hoje, do que os smartphones. É difícil até de pensar, não é mesmo? Isso porque, eles já estão inseridos em nossas vidas de tal maneira, que são praticamente parte de nós. 

Encontramos nos smartphones soluções para quase todos os nossos problemas. Eles simplificaram diversos processos e nos fizeram ganhar tempo e facilidade no dia a dia. Por meio deles fazemos compras, pesquisamos e descobrimos assuntos desconhecidos, nos informamos, interagimos com outras pessoas, além de inúmeras outras tarefas que tornaram a nossa vida muito mais prática. E fazemos tudo isso por meio de aplicativos. 

Segundo um levantamento da Comscore sobre as Mudanças no Consumo Digital, 90% do tempo gasto pelos brasileiros no celular é em apps móveis. Trata-se de uma grande oportunidade para as empresas, que devem focar não apenas em programação, mas na experiência do usuário.

Afinal, de nada adianta criar aplicações que somente funcionam perfeitamente no âmbito operacional, se a experiência vivenciada pelo usuário for ruim.

Se você chegou até aqui, é provável que esteja buscando saber mais sobre este assunto. Neste caso, está no lugar certo. Então continue lendo nosso artigo, pois é justamente sobre isso que vamos falar.

Afinal, o que é UX Design?

Desenvolvimento mobile: a importância do UX na criação de um aplicativo, Imaginedone

Para começar, UX é a abreviação para “User Experience”, que em tradução para o português significa “Experiência do Usuário”. 

O profissional de UX Design é o responsável por desenvolver todos os aspectos da interação entre as pessoas e a experiência completa com um produto, que neste caso, podem ser os aplicativos móveis. Resumidamente, a forma como uma aplicação é percebida pelo usuário é sua principal preocupação no processo de desenvolvimento mobile.

Trata-se de uma área multidisciplinar, que reúne Visual Design, Arquitetura da Informação, Psicologia, Design de Interação, Design Thinking e Storytelling. 

Para ficar mais claro, vamos a um exemplo. O aplicativo da AirBnb, presente em 190 países, passa por atualizações constantes para que sua interface e recursos de UX o diferencie das outras plataformas, tornando cada etapa de uma viagem, seja turística ou a trabalho, uma jornada memorável para seus clientes.

A interface atual é limpa e tem fácil navegabilidade. Há mais imagens, com excelente nível de resolução, e o processo de cadastro dos anfitriões é simplificado. Eles podem criá-lo no app em poucos passos. 

Além disso, recebem orientações para organizar as fotos da localidade baseados nas preferências de seus possíveis hóspedes, escolhendo os melhores títulos e descrições. 

Há também a possibilidade de preencherem automaticamente detalhes do imóvel com dados imobiliários públicos, como o número de quartos e banheiros. Todo esse cuidado resulta em números como o lucro líquido de US$ 1,9 bilhão em 2022.

UX é o mesmo que UI?

Desenvolvimento mobile: a importância do UX na criação de um aplicativo, Imaginedone

Essa é uma dúvida muito comum, até mesmo entre profissionais de áreas correlatas. Aliás, até mesmo profissionais de design, ainda acreditam que UX e UI se trata da mesma coisa. Porém, apesar de as siglas serem parecidas, são áreas diferentes, mas complementares.

Enquanto o UX prioriza a experiência do usuário em relação a uma aplicação, algo mais subjetivo, a UI, sigla para “User interface” (interface do usuário), cuida do front-end de uma aplicação, aquela parte em que o usuário interage de fato com o produto.

Algumas perguntas que podem exemplificar a atuação de um profissional de UI são: 

  • Os botões de ligar e desligar de um celular são visíveis? 
  • O layout e as cores deixam à mostra todas as informações que o público deve visualizar? 
  • O software é intuitivo? 

Percebe a diferença na abordagem?

Para ficar ainda mais claro, a UI vai para o lado racional da aplicação e seu funcionamento, enquanto a UX centraliza o usuário em suas ações, levando em conta até mesmo fatores emocionais.

Podemos dizer que são metades que se completam. Se praticados estrategicamente em um app, por exemplo, o primeiro guia o que o usuário deve fazer, enquanto o segundo torna esta navegação a mais agradável possível.

Por que investir em UX Design?

Desenvolvimento mobile: a importância do UX na criação de um aplicativo, Imaginedone

Pelo que mostramos até aqui, provavelmente você já saiba a importância do UX no desenvolvimento de aplicativos.

Na prática, quando uma empresa utiliza-se de UX, são envolvidos aspectos fundamentais para uma boa percepção dos usuários, que incluem tecnologia (funcionalidade e usabilidade), pessoas (necessidades e desejos) e negócio (viabilidade e orçamento).

E é a partir disso que temos a criação de produtos que sejam compatíveis com a proposta das organizações, sustentáveis e atraentes para o público. 

Entre os benefícios estão:

– diminuição da taxa de churn;

– desenvolvimento de produtos eficientes;

– processo de venda mais fluido e agradável;

– melhores experiências com a utilização do produto;

– consumidores engajados;

– otimização da imagem da marca;

– redução de custos e aumento da lucratividade.

Alguns dados relevantes

Desenvolvimento mobile: a importância do UX na criação de um aplicativo, Imaginedone

Segundo uma pesquisa da NN/g, de 1983 a 2017, a profissão de UX cresceu de 1.000 para cerca de 1 milhão de profissionais. Para o futuro, de 2017 a 2050, a previsão é de que haja um crescimento de 1 milhão para cerca de 100 milhões de pessoas.

Já segundo um levantamento realizado pela Salesforce, 80% dos clientes dizem que a experiência com uma empresa é tão importante quanto seus produtos e serviços. Ainda de acordo com o estudo, 62% dos clientes afirmam compartilhar entre si as experiências ruins que tiveram.

Ou seja, investir na UX é um caminho cada vez mais vantajoso – e essencial – no processo de desenvolvimento mobile. Mas isso você já entendeu, né?!

UX Design para aplicativos: qual a importância?

Desenvolvimento mobile: a importância do UX na criação de um aplicativo, Imaginedone

Existem milhares de aplicativos pelo mundo e a tendência é só aumentar. Certamente, aqueles que oferecem a melhor experiência de uso se destacam e saem a frente da concorrência.

Uma equipe de UX Design trabalha para que o app ofereça diferenciais como interface agradável, design intuitivo, funcionalidades condizentes com o perfil dos usuários e boa usabilidade. 

O ponto chave de sua atuação é centralizar o usuário e pensar em como ele pode desfrutar daquela aplicação tendo uma experiência redonda, agradável, fácil e intuitiva. Afinal de contas, é exatamente isso que esperamos quando baixamos um aplicativo e vamos utilizá-lo, não é mesmo?

Imagine só a dificuldade que seria acessar um aplicativo para fazer compras e não conseguir filtrar as categorias de produtos? Quanto tempo tomaria ter que percorrer por todo o aplicativo para encontrar um pacote de arroz em meio a milhares de outros condimentos? Se você se deparasse com essa situação, permaneceria utilizando esse app ou buscaria uma opção mais intuitiva? 

Para não termos que passar por isso e tomarmos esse tipo de decisão, os profissionais de UX já desenham todos esses cenários e buscam as melhores soluções.

Para isso são realizados diversos processos, incluindo pesquisa, idealização, desenvolvimento de protótipos, criação de personas, testes A/B, implementação e melhorias contínuas para otimizar cada vez mais a experiência do usuário. 

Agora que você já entendeu a importância do UX design, já sabe que não dá para criar seu aplicativo sem um profissional capacitado ao lado, não é mesmo? 

Se você gostou deste conteúdo, confira agora o artigo sobre a importância do desenvolvimento de aplicativos de vendas!

Desenvolvimento mobile: a importância do UX na criação de um aplicativo, Imaginedone

Achou esse artigo útil? Então compartilhe!

Cadastre-se gratuitamente para receber nosso conteúdo